Remoções: Plano Popular da Vila Autódromo é entregue à prefeitura do Rio

http://www.anovademocracia.com.br/95/05b.jpg
Moradores da Vila Autódromo reunidos para entregar o Plano

No dia 16 de agosto, moradores da Vila Autódromo, zona Oeste do Rio de Janeiro, foram à prefeitura entregar um projeto independente de reurbanização da favela ao prefeito Eduardo Paes. O Plano Popular da Vila Autódromo* foi feito por arquitetos, engenheiros, urbanistas e estudantes para ser uma alternativa à remoção das cerca de 500 famílias que vivem há mais de 40 anos no local. Segundo a Secretaria de Habitação do município, a remoção faz parte dos planos de construção da Cidade Olímpica onde hoje existe o autódromo de Jacarepaguá. Na entrada do prédio da prefeitura, o presidente da Associação de Moradores da Vila Autódromo, Altair Guimarães, falou um pouco das inúmeras tentativas dos gerenciamentos de turno de remover a favela.

A gente tem um processo sendo discutido há 20 anos na justiça. Há 20 anos eles tentam tirar a gente dali por conta do crescimento imobiliário da Barra da Tijuca. Hoje, a alegação é de que é por conta dos megaeventos [Copa do Mundo e Olimpíadas], mas isso é mentira, por que nos outros anos era por outro motivo. Qual o empresário que vai querer uma favela ao lado de um ivestimento daquele porte? Quando eles negociaram essa obra, nosso destino já estava vendido. Nossas vidas já estavam negociadas. Eu estou trazendo esse Plano Popular aqui hoje, mas eu acredito é na minha luta. Não acredito que isso vá fazer ele voltar atrás. Ele já negociou isso há muito tempo. Mas vamos tentar — desabafa.

Conteúdo exclusivo para assinantes
AND agora tem conteúdo exclusivo para assinantes
Digite nome de usuário e senha para ter acesso a todos os artigos

Visitantes:
16062317
Apoie A Nova Democracia

jeremias-blogDurante seus 9 anos de existência, disponibilizamos todo o conteúdo do jornal A Nova Democracia na página da internet sem qualquer custo aos leitores.

Divulgamos as notícias que a imprensa do imperialismo, da grande burguesia e do latifúndio escondem: revelamos que este sistema podre de exploração e opressão dos povos está em crise, demonstramos com fatos a luta de resistência dos povos, damos voz à autêntica cultura popular, denunciamos os crimes do Estado contra o povo, exaltamos a luta e as realizações das classes trabalhadoras.

Para prosseguirmos e avançarmos com o esse trabalho, pedimos o apoio de nossos leitores para que apoiem efetivamente a imprensa popular e democrática, colaborando materialmente para sua manutenção.

Qualquer quantia, somada ao apoio de outros leitores, significará um grande apoio à luta por desenvolver uma imprensa à serviço da luta do povo brasileiro por uma nova economia, uma nova política, uma nova cultura, enfim, uma Nova Democracia. 

Clique aqui e veja as várias maneiras de fazer sua doação de qualquer valor