Encontre-nos no FacebookTwitterAssista aos videos do YoutubeRSSE-mail

Os professores mexicanos estão em greve há mais de um mês. Eles são contrários a uma lei recém-aprovada que modifica a carreira.

http://www.anovademocracia.com.br/118/17a.jpg
Professores mexicanos estão em greve há mais de um mês.

Os professores estão permanentemente mobilizados em grande parte do país, principalmente na capital, Cidade do México, e em Oaxaca, ao sul, desde 19 de agosto. Em 23 de setembro, marcharam do Monumento da Revolução, onde quase dez mil docentes estão acampados, até a secretaria de governo para exigir a abertura de uma mesa nacional de negociação.

Os protestos, marchas, bloqueios de ruas, ocupação de prédios públicos se espalharam por 25 estados mexicanos, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE).

Para o próximo dois de outubro é esperada uma grande mobilização em todo o país, com protestos na capital e em outras cidades. Os professores estão recebendo o apoio de várias organizações sociais e da população mexicana, principalmente do movimento estudantil.

Entre os dias 18 e 20 de outubro, a CNTE realizou uma greve cívica nacional. A intenção era se contrapor à Lei Geral de Serviço Profissional Docente (LGSPD), que determina que qualquer professor que falte três dias sem justificativa será automaticamente demitido.

Negociação

Supostamente, os dirigentes sindicais fizeram um acordo com o governo, no último 20 de setembro, para o fim da greve e do acampamento na capital mexicana. Os professores deveriam retornar às suas cidades e repor os mais de 25 dias de paralisação. Mas as bases não aceitaram a decisão e convocaram a categoria a radicalizar os protestos, já que não houve avanços significativos nas negociações.

Conteúdo exclusivo para assinantes
    • Editorial - A pugna entre os grupos de poder já fede demais

      Editorial - A pugna entre os grupos de poder já fede demaisAs manifestações contra a gerência Dilma/PT/pecedobê se repetiram no dia 16 de agosto, como havíamos analisado anteriormente, convocadas inicialmente por pessoas e grupos recém-organizados, alguns auto-definidos como “apolíticos”, nacionalistas e grupelhos...

    • ‘As terras e a água do Projeto Jaíba para os pequenos irrigantes e camponeses!’

      ‘As terras e a água do Projeto Jaíba para os pequenos irrigantes e camponeses!’Uma grande luta está em curso no Projeto Jaíba, no Norte de Minas Gerais. Os pequenos irrigantes, revoltados com as altas taxas impostas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Companhia Energética de Minas...

    • Chacinas em São Paulo: a marcha fúnebre prossegue

      Chacinas em São Paulo: a marcha fúnebre prossegue“A paz tá morta, desfigurada no IML... A marcha fúnebre prossegue”. O refrão da música do grupo de rap paulista Facção Central, de 2001, retrata as chacinas que, periodicamente, ocorrem pelo país, em particular na Grande São Paulo, e que, volta e meia,...

    • ‘ATIK is not alone! A ATIK não está sozinha!’

      ‘ATIK is not alone! A ATIK não está sozinha!’No último dia 7 de agosto, no Centro de Belo Horizonte, operários organizados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção (o Marreta) e pela Liga Operária, estudantes e ativistas de movimentos populares, revolucionários e democráticos da capital mineira...

Flagrante de cineasta canadense sendo espancado e roubado por PMs no Rio
Flagrante de cineasta canadense sendo espancado e roubado por PMs no RioPimenta a esmo: PM usa tática covarde para minar protesto no Rio de JaneiroCopa no Rio: PM ataca manifestantes e é respondida com pedras e molotovs
AND 156
AND agora tem conteúdo exclusivo para assinantes
Digite nome de usuário e senha para ter acesso a todos os artigos

Conheça nossos livros

Scripts de uma vida

De Dylmo Elias

Advogado, ator, diretor de peças teatrais e radialista, foi esta última a profissão que mais o realizou, levando-o a dar aulas de radialismo em uma universidade carioca. Neste livro Dylmo apresenta um guia com soluções para combater a negatividade, provando que na vida tudo é possível.

R$ 20,00 + postagem*