Música e luta popular

Originário do interior de Minas Gerais, o músico e intérprete Macim da Gaita é um grande exemplo de artista do povo dedicado à luta popular. Apoiador das mobilizações populares no campo e na cidade, o cantor esteve presente no ano de 2015 na atividade cultural do Encontro Nacional Contra as Prisões e Perseguições Políticas, ocorrida no Rio de Janeiro, que denunciou as prisões e processos contra manifestantes e ativistas durante as jornadas de protesto popular de junho de 2013 e contra a Copa da Fifa.

Macim canta 'Mãe Natureza' acompanhado de sua filha Cibele
Macim canta 'Mãe Natureza' acompanhado de sua filha Cibele

Sensível às causas do povo, Macim segue sua carreira, tocando e cantando nos encontros de movimentos populares e shows pelo país.

Meu engajamento artístico em defesa da luta popular começou quando conheci o movimento estudantil e o Jornal A Nova Democracia, no início dos anos 2000. Simpatizei com as propostas e desde então tenho participado de alguns encontros conta Macim.

Sendo um meio de comunicação, a música através da palavra cantada sempre será uma boa forma de propor ideias, afirmar nossas crenças e convicções, além de ser um recurso pedagógico interessante. Achei importante aceitar o convite para participar do Encontro Nacional Contra as Perseguições e Prisões Políticas no Rio de Janeiro, primeiro porque compartilho das suas indignações continua.

E sempre vai ser uma honra poder colaborar de alguma forma nos congressos e encontros, além da possibilidade de fazer novos amigos e de mostrar nosso som para um público antenadíssimo. Isso me interessa acrescenta.

Além de músico, Macim também se dedica a arte de fabricar instrumentos musicais e de passar o seu saber para outras pessoas.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro