Região serrana do Rio de Janeiro: Desabrigados denunciam desvio de verba e donativos

No dia 14 de abril, a reportagem de AND voltou a Nova Friburgo para registrar a situação das pessoas que perderam suas casas nos deslizamentos causados pela trágica chuva do início do ano. Quase quatro meses depois, a maioria das famílias que ficaram desabrigadas continua morando em abrigos improvisados e sem perspectivas de um novo lar. As pessoas abrigadas no antigo posto de saúde Sasi, no bairro de Olaria, reclamam da falta de espaço, alimentos, condições sanitárias e atendimento médico. Além disso, nossa equipe registrou graves denúncias de desvio de verbas do aluguel social e até mesmo dos alimentos destinados aos abrigos.

77/05a.jpg
Cerca de 40 famílias continuam no antigo Posto de Saúde Sasi

Três longos meses se passaram depois das chuvas que destruíram a Região Serrana do Rio de Janeiro no início do ano. Até hoje, centenas de famílias continuam vivendo em abrigos, comendo e dormindo em condições precárias e sem nenhuma previsão de reassentamento.

Além de lotados, os abrigos não possuem condições sanitárias adequadas, cozinha, ou espaço para as crianças brincarem. A reportagem de AND, caminhando pelo abrigo instalado no antigo posto de saúde Sasi, no bairro de Olaria, registrou as duras condições de vida das cerca de 40 famílias. Focos de dengue com centenas de larvas prestes a se transformarem em mosquitos podiam ser vistos sem muita procura no pátio do abrigo, assim como muito lixo pelo chão e falta de atendimento médico. Para o café da tarde, estava sendo servido aos abrigados — inclusive às crianças — café puro e biscoitos de maisena murchos.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro