Sr. Carlos, um valoroso companheiro

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Pelo menos uma vez ao mês, a redação de A Nova Democracia é visitada por um bom amigo, o Sr. Carlos, um homem simples, sério e dedicado.

Ele é morador do interior do Rio e vem pegar jornais para divulgar em seu bairro e entre conhecidos, e faz questão de pagar. “Temos que colaborar com nosso jornal, é pouco, mas é o que posso pagar”, justifica-se com tom sereno na voz e sorriso confiante.

Sr. Carlos é um velho militante, entusiasta da causa da luta dos povos e do socialismo. Tem uma memória invejável e está sempre nos relatando experiências da luta dos comunistas e do povo brasileiro nas décadas passadas.

Nos contou que é filho de camponês e que seu pai teve que deixar a roça, pois deu uma lição em um capataz explorador aplicando-lhe um merecido golpe de foice.

Nos conhecemos melhor com a convivência. Sempre que nos encontramos, debatemos a situação internacional e nacional, falamos da luta dos povos, do combate ao oportunismo, debatemos algumas divergências e a importância da imprensa democrática e popular.

Dele recebemos sempre palavras de incentivo e encorajamento para avançar com nosso trabalho.

Em nosso último encontro de 2011, esse velho companheiro nos deu mais um exemplo de sua dedicação. Há meses nós havíamos lhe indicado um texto publicado na primeira edição do jornal, As últimas armas do império agonizante. Pois o Sr. Carlos o reproduziu às dezenas e distribuiu para jovens conhecidos.

Esse é um costume que o Sr. Carlos cultiva há anos. Consegue doações de papel e de impressões, além de jornais e revistas antigas. Seleciona textos que julga relevantes e os reproduz. Das revistas antigas ele extrai os grampos e os reutiliza compondo novas brochuras que servem para a educação e politização das massas.

É com apoiadores como o Sr. Carlos que AND cresce e chega às mãos de cada vez mais trabalhadores do campo e da cidade, jovens, homens e mulheres do povo em todos os rincões do Brasil.


NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin