Argentina: dois julgamentos para a História

http://anovademocracia.com.br/98/12-b-Ferreyra.jpg
Mariano, 23 anos, foi assassinado em 2010

Mariano Ferreyra tinha 23 anos, era estudante de Sociologia e militante do Partido Operário (PO), da Argentina. No dia 20 de outubro de 2010, participava de um ato contra a precarização do trabalho nas estradas de ferro, convocado por trabalhadores terceirizados em luta e apoiado por diversas organizações com variadas linhas políticas. O bloqueio da estrada de ferro General Roca era a cartada mais forte para exigir a incorporação dos terceirizados ao quadro de pessoal da ferrovia e a reintegração de 140 colegas demitidos.

Não enfrentavam apenas a direção da empresa. Obstáculo de igual dimensão era (é) constituído pelo sindicato que deveria representá-los: a União Ferroviária (UF), controlada desde 1985 por José Pedraza. Era Pablo Díaz, delegado da UF na linha Roca, quem comandava o bando que atacou os manifestantes. Primeiro, a pedradas. Depois, a tiros.

Três pessoas foram feridas a bala: Ariel Pintos (ferroviário terceirizado, um dos demitidos), Nelson Aguirre e Elsa Rodríguez, que ficou 40 dias em coma e hoje tenta se recuperar das sequelas que lhe paralisaram o lado direito do corpo. Uma morreu: Mariano.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin