RJ: Moradores do Rio das Pedras protestam contra demolição de lojas e casas

Moradores protestam contra despejo no Rio das Pedras, Zona Oeste do Rio. Foto: Reprodução/ TV Globo

Em protesto contra demolição de imóveis pela prefeitura, moradores da comunidade de Rio das Pedras, Zona Oeste do Rio de Janeiro, atearam fogos em pneus e pedaços de madeira bloqueando a Avenida Souza Filho, principal via que dá acesso aos bairros vizinhos de Gardênia Azul e Anil, na manhã de 10 de março.

Os trabalhadores denunciam o programa “tolerância zero” de autoria da prefeitura do Rio, junto com a Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Conservação (SMIHC), cujo objetivo é derrubar cerca de 150 boxes metálicos, lojas de alvenaria e 30 moradias.

Os moradores responderam com paus e pedras ao covarde ataque da Guarda Municipal que atirou bombas de efeito moral contra as famílias que tentaram salvar seus pertences.

Diante da remoção arbitrária e o avanço das retroescavadeiras, comerciantes também procuraram retirar às pressas máquinas, equipamentos e mercadorias de seus estabelecimentos antes que estes também fossem destruídos.

Manifestação bloqueia principal via que dá acesso aos bairros próximos da comunidade. Foto: Reprodução/ TV Globo

Várias construções foram jogadas ao chão, gerando revolta e indignação na população que presenciou o fruto de anos de trabalho e suor indo ao chão em meio aos escombros e poeiras.

Erguendo faixas que diziam: “Não somos lixos” e “Queremos trabalhar”, os trabalhadores não se intimidaram e enfrentaram bravamente os policiais militares e a Guarda Municipal, arremessando contra eles lixo e objetos.

Em meio ao expressivo aumento de 11,6 milhões de pessoas desempregadas na cidade do Rio, a prefeitura do Bispo Marcelo Crivella (PRB) comete uma covarde remoção deixando mais de 150 comerciantes sem ter como levar o alimento a mesa de suas casas.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza