RJ: Profissionais do Samu fazem protesto e entram em greve após três meses sem salário

A- A A+

Funcionários do Samu fazem protesto no Rio — Foto: Reprodução

Funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Rio de Janeiro fizeram um ato no dia 30 de julho, em frente à base do Caju, na avenida Brasil, reivindicando o pagamento dos salários atrasados há três meses.

O problema da falta de pagamento começou depois que veio a público a denúncia do esquema do governo estadual com Organizações Sociais (OS), em cujos esquemas estariam sendo desviados montantes de dinheiro público. Diante das acusações, a Procuradoria-Geral do Estado suspendeu os repasses da Secretaria Estadual de Saúde para a OS OZZ Saúde, que gerencia o Samu na cidade, em plena pandemia do coronavírus e pico de mortes. O contrato da OS com o governo de turno do estado está sendo revisto nesse momento.

“Hoje, por exemplo, estou saindo de um plantão de 24 horas, onde só comi um pão com manteiga e um café, oferecido na casa de um paciente. Sem salário, a gente está ficando sem comida em casa, sem condições de trabalhar. Isso abala muito a gente psicologicamente”, disse um trabalhador.

Segundo uma enfermeira, há colegas passando fome e sem ter como alimentar os filhos, como uma trabalhadora que mora na Costa Verde e se desloca até Jacarepaguá, na zona oeste, para trabalhar. “A gente não está parando porque quer. A gente está parando porque não tem condições de ir trabalhar sem receber salário. Estamos cotizando e pedimos ajuda do Sindicato dos Enfermeiros para enviar uma cesta básica para a colega. A situação é desesperadora”, disse a enfermeira.

Outra enfermeira conta que atualmente somente 30% do pessoal têm condições de trabalhar. Ela disse que o ato do dia 30/07 tinha como principal objetivo chamar a atenção para a situação de abandono e precarização que os profissionais do Samu estão vivendo pelo velho Estado. 

“A gente está tentando manter o serviço. Mas sem salário, muita gente está faltando. Sem repasse, a empresa também não consegue fazer a manutenção das ambulâncias, comprar medicamentos e insumos. Tem base na qual a única ambulância disponível está quebrada. Até a suspensão dos repasses, a gente recebia salário, vale de refeição e de transporte. Agora, não tem nada.”, disse a enfermeira.

Nem a OZZ Saúde, nem o governo do estado comentaram sobre a greve do Samu, tampouco deram prazo para o pagamento desses funcionários.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza