PA: Comitê de Solidariedade Popular de Ananindeua celebra o dia 1° de Maio com atividades

Crianças confeccionam cartazes exigindo direitos básicos para o povo. Foto: Comitê de Solidariedade Popular Ananindeua (PA)

O Comitê de Solidariedade Popular Ananindeua, no Pará, realizou no dia 1° de maio, dia do internacionalismo proletário, atividades com famílias de um condomínio atrelado a uma ocupação urbana no Bairro de Águas Brancas.

Os ativistas explicaram aos trabalhadores a importância da referida data e convocaram pais, mães e crianças para uma oficina de pintura e cartazes. A proposta foi recebida com entusiasmo pelos moradores.

Nas atividades de desenho e pintura voltadas para as crianças, foram ensinadas formas de prevenção ao Coronavírus. A iniciativa da oficina de desenho e pintura fez surgir dos moradores novas ideias para serem realizadas mais para frente como: cozinhas solidárias, aulas de reforços e oficinas artesanais diversas.

“As crianças sentem falta de atividades como essas na comunidade", foi o que disse alguns dos pais e mães, relatando a falta de atividades durante a pandemia, não somente para as crianças, mas também para os moradores de modo geral.

Na feitura dos cartazes, todas as mães tomaram parte na atividade expressando as indignações vividas pelas massas. Também houve arrecadação de um quilo de alimento para confecção de cestas básicas aos mais necessitados em gesto de solidariedade e ajuda entre os próprios moradores do condomínio, sendo a prova de que os interesses das massas populares apontam somente para organização coletiva e classista.  

Durante as atividades, os ativistas do Comitê também falaram sobre a luta dos camponeses de Rondônia frente aos ataques da polícia sob mando do velho Estado e a necessidade de uma ampla rede de apoio aos camponeses em luta.

Também foi discutida a atual crise política, econômica e sanitária que atinge o país e como ela serviu de ferramenta para o governo genocida de Bolsonaro e generais para disseminação de morte generalizada das grandes massas de trabalhadoras e trabalhadores, afligindo milhares de famílias e as empurrando para abaixo da linha da pobreza. 

O Comitê de Solidariedade Popular de Ananindeua, se inspira na luta dos camponeses e segue na arrecadação de alimentos para confecção de cestas básicas e de tecidos para confecção de máscaras. O Comitê também convida estudantes e professores a se somarem às aulas de reforço que irão ter  início na comunidade!

 

Comitê de Solidariedade Popular de Ananindeua realiza oficina de desenho e pintura para moradores de ocupação urbana em Ananindeua. Foto: Comitê de Solidariedade Popular de Ananindeua (PA)

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin