RJ: MEPR realiza propaganda pela vacinação e em comemoração ao Dia do Estudante Combatente

Estudantes fazem Colaço em Niterói. Foto: MEPR

No dia 25 de Abril, diversos estudantes do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), realizaram um “Colaço” de cartazes com a consigna “Vacina Para o Povo já!” pelo centro da cidade de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Os cartazes também foram colados em escolas e ruas de grande circulação. 

A atividade teve o objetivo de propagar a defesa pelos direitos básicos da população em meio a pandemia da Covid-19 e prestar homenagem a Edson Luís, Jovem secundarista assassinado pela Ditadura Militar. Foi relatado o entusiasmo de alguns moradores pelas exigências propagandeadas. 

A ação dos ativistas aconteceu durante o aumento dos contágios e mortes na cidade de Niterói, números que são pouco divulgados pelo monopólio de imprensa local. 

A razão da falta de conhecimento dos casos é parte da política de mascaramento da prefeitura para não expor a verdadeira calamidade que se encontram os hospitais públicos e até mesmo privados da cidade. Por diversas vezes, a cidade de Niterói interrompeu a campanha de vacinação por falta de doses. 

Apesar de toda a propaganda do monopólio de mídia, que somente divulga as proezas da cidade, é notório o nível de desigualdade que se encontra Niterói, como uma das cidades mais caras para se viver, segundo o site Expartisian. Os relatos das massas sobre parentes, amigos e familiares que contraíram a doença se tornam cada vez mais frequentes. Assim como o evidente aumento do número de moradores de rua e estabelecimentos falidos na cidade. 

O MEPR defende o direito à rebelião das massas estudantis e trabalhadoras por exigir com a luta seus direitos em meio a crise sanitária e crise econômica que vive a cidade e o país.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin