PA: Madeireiros invadem Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais

No dia 3 de maio, um grupo de madeireiros invadiu a sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR), no Pará. 

A invasão ocorreu depois do judiciário suspender a extração ilegal de madeira que tem ocorrido na Reserva Extrativista (Resex) Tapajós-Arapiuns, onde vivem cerca de 4 mil famílias, entre indígenas e não-indígenas, por 76 comunidades em uma área de 680 mil hectares. Ao todo são 40 aldeias de 13 das etnias Kumuruara, Tupinambá, Munduruku, Apiaká, Borari, Maytapu, Cara Preta, Arapium, Jaraqui, Tapajó, Tupaiu e Arara Vermelha.

O sindicato encabeçava junto com o Conselho Indígena Tapajós Arapiuns (Cita), a Ação Civil Pública (ACP) contra a extração ilegal e apesar decisão liminar liberar a extração, esta foi novamente suspensa no dia 30 de abril.

Madeireiros invadem sede de sindicato de trabalhadores rurais em Santarém, no Pará. Foto: STTR

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão ambiental do governo federal, propôs um plano de “manejo florestal sustentável” dentro da reserva que beneficiará, caso seja aprovado, o latifúndio madeireiro. A reserva está localizada em uma região com diversas denúncias e apreensões de madeiras extraídas ilegalmente em grandes quantidades, como ocorrida no fim de dezembro de 2020, quando em uma operação da Polícia Federal aconteceu a apreensão de 131,1 mil metros cúbicos de madeira, o equivalente a cerca de 43 mil toras de madeira que estavam em pátios de madeira ao longo dos rios Mamuru e Arapiuns.

Operação realiza maior apreensão de madeira extraída ilegalmente pelo latifúndio da história, no oeste do Pará. Foto: Reprodução.

Auricelia Arapiun, coordenadora do Cita, questionou em entrevista ao portal Amazônia Real: “Por que a Tapajoara e o ICMbio têm interesse no plano de manejo madeireiro, uma vez que a Resex foi criada para expulsar madeireiras dentro da nossa área?”. Disse ainda: “E por que a Resex está tomada por vários planos de manejo madeireiro? E agora estão sendo feitos estudos para ver o potencial madeireiro que se tem? A intenção deles não é fazer os outros manejos e, sim, esse (o madeireiro)”.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin