RJ: Milhares de estudantes protestam contra o fechamento da UFRJ

A manifestação se reuniu no Largo de São Francisco, onde funciona o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da UFRJ. Foto: Banco de dados AND

No dia 14 de maio, sexta-feira, ocorreu uma grande manifestação contra o fechamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O ato reuniu milhares de estudantes e percorreu as ruas do centro do Rio de Janeiro exigindo o fim de todos os cortes na Educação.

Dias antes, havia sido divulgada uma carta assinada pela reitora e pelo vice-reitor da UFRJ. Nela, a reitoria colocava que a universidade seria fechada por conta da falta de verbas decorrentes dos sucessivos cortes feitos pelo governo federal. O orçamento previsto para o funcionamento da UFRJ corresponde a 38% do valor destinado em 2012.

O ato foi convocado por entidades estudantis e cumpriu a tarefa de denunciar o ataque à ciência brasileira como um todo, para além do fato específico da UFRJ que ganhou espaço na última semana. Entre os que compareceram estavam também estudantes de outras universidades, além de professores e apoiadores da luta estudantil.

Bolsonaro e generais: inimigos da Educação

Além das bandeiras e faixas de entidades como Diretórios Centrais de Estudantes (DCE’s), Centros Acadêmicos (CA’s) e Diretórios Acadêmicos (DA’s), podia-se ver uma faixa vermelha com a consigna Bolsonaro e Generais inimigos da educação! EaD não! assinada pelo Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR).

Manifestantes se reuniram nas escadarias da ALERJ para finalizar o ato. Foto: Banco de dados AND

Manifestantes se reuniram nas escadarias da ALERJ para finalizar o ato. Foto: Banco de dados AND

Um cartaz levado por estudantes apontava concretamente o que o governo estava atacando: Saúde, Conhecimento, Cultura, Educação, Empregos. Em referência ao papel que possui a universidade na sociedade como um todo. A UFRJ possui 3 hospitais, 13 museus, além de gerar milhares de empregos (entre professores, pesquisadores, funcionários, etc.) e possuir inúmeros projetos de extensão que atendem à população diariamente. Tudo isso está sob risco de fechar devido ao ataque do governo federal de Jair Bolsonaro.

O Coletivo UFF Para o Povo esteve presente e deu um relato exclusivo ao AND.

Ao chegar nas escadarias da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) a manifestação ecoou o grito de rechaço aos cortes. O conjunto dos presentes prometiam novos atos caso o governo não retrocedesse em todos seus ataques à educação pública.

Ao final do ato, dezenas de estudantes se reuniram para debater o prosseguimento da luta independente e combativa contra o corte de verbas e em contraposição à tática oportunista de centrar forças na oposição parlamentar e eleitoral.

Estudantes denunciam em cartaz os "quatro cavaleiros do apocalipse": Jair Bolsonaro, Eduardo Pazuello, Hamilton Mourão e Paulo Guedes. Foto: Banco de dados AND

Ao final do ato, dezenas de estudantes se reuniram buscando organizar novas ações para barrar os cortes. Foto: Banco de dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin