RO: Após chacina, Força Nacional, PM e pistoleiros invadem área novamente

Nos dias 2 e 3 de setembro, policiais da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) de Bolsonaro e seu governo de generais, da Polícia Militar (PM) do coronel Marcos Rocha, governador de Rondônia, invadiram a área Ademar Ferreira, em Nova Mutum Paraná. Empunhados com fuzis, os militares percorreram todas linhas, insultando e ameaçando homens, mulheres e crianças. 

Os camponeses relatam que ao menos 14 viaturas invadiram a área enquanto um helicóptero também sobrevoava o local. Casas foram incendiadas, pertences das famílias destruídos e motocicletas apreendidas, fato que os trabalhadores caracterizaram como “roubo a mão armada”. Desde o ataque e apreensões, as mesmas motocicletas passaram a ser usadas por pistoleiros em fazendas da região.

Temendo pela vida, muitos trabalhadores corriam e se escondiam nas matas ao receberem a ordem de parar. Eram então alvejados. Novamente vários camponeses, entre eles mulheres e crianças de colo,  passaram a noite na floresta para sobreviver.

Ao menos seis adultos e seis crianças foram presos pelos policiais, porém não chegaram a ir até uma delegacia, foram jogados em meio às ruas em Porto Velho. De acordo com denúncias, os policiais jogaram óleo diesel e sabão em pó visando dificultar o retorno das famílias aos lotes. Outras substâncias tóxicas foram despejadas nos poços d’água (que pode inclusive ter contaminado lençóis freáticos). 

Camponeses registram militares em meio a nova invasão da Área Ademar Campos. Foto: Jornal Resistência Camponesa

Chacina na Área Ademar Ferreira

No dia 13 de agosto, a área Ademar Ferreira foi invadida por militares da FNSP, e da PM pertencentes ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) que assassinaram covardemente três camponeses. Durante a invasão dos policiais, outros quatro trabalhadores foram presos e muitos desapareceram ou se refugiaram na mata.

O camponês Amarildo Aparecido Rodrigues, de 49 anos, e seu filho Amaral José Stoco Rodrigues, de 17, foram assassinados no lote em que moravam enquanto estavam trabalhando na roça. Kevin Fernando Holanda de Souza, de 21 anos, foi assassinado pelas costas com tiros vindos de um helicóptero da polícia que o perseguia.

Na ocasião da chacina a LCP declarou: “Repetimos uma vez mais, ninguém, nenhum terrorismo de Estado conseguirá parar a luta pela terra! O sangue não afoga a revolução, ao contrário, rega-a! Quem semeia vento, colhe tempestade. O que fazem é aumentar nosso ódio e disposição para lutar. Estamos fazendo as contas, e vamos cobrar. Vocês pagarão caro!”.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin