TO: Pistoleiros atacam Acampamento Dom Celso, camponeses resistem

Na última sexta-feira, dia 15 de outubro, dois pistoleiros em uma caminhonete fizeram vários disparos de arma de fogo contra o Acampamento Dom Celso, onde moram cerca de 150 pessoas. No momento do ataque havia muitas crianças no local. O acampamento fica localizado  a 18 quilômetros da cidade de Porto Nacional, Tocantins (TO).

Famílias resistem a ataques de pistoleiros a mando de latifundiária. Foto: Zélia Baiana

De acordo com o camponês José Ferreira em entrevista ao portal local Porto Midia, durante a tarde,  antes do ataque, uma latifundiária alegando ser proprietária, compareceu ao acampamento exigindo a área. Os camponeses solicitaram a documentação da propriedade, no entanto ao verificarem o documento, perceberam que se trata do lote 13, o acampamento fica localizado no lote 11.

“Tão querendo pegar a metade do 11 para juntar com a ponta do lote deles que é estreito”, afirma o camponês  José demonstrando a imagem do documento da área.

Capangas invadiram o acampamento, desmataram a área e tentaram executar a construção de uma cerca, porém foram impedidos pela resistência dos camponeses organizados. Os pistoleiros, porém, retornaram no final do dia armados, atirando contra os moradores. No local foi encontrado diversas cápsulas de calibre .40.

No dia 17/10, os pistoleiros foram novamente até ao acampamento e realizaram outras tentativas de intimidação e ameaças contra as famílias, que mesmo diante das intimidações seguem no local. 

Vestígios de munição usadas por pistoleiro durante os ataques são encontrados no acampamento. Foto: Zélia Baiana

O acampamento

O Acampamento Sebastião Bezerra, montado no ano de 2011, foi instalado às margens da rodovia TO-050. Em 2015, cerca de 90 famílias foram transferidas para os lotes desocupados do Projeto de Assentamento Retiro. Entre as áreas estava o lote 11, que é área pública pertencente ao Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra).

O Acampamento Dom Celso foi então formado por camponeses remanescentes destas lutas anteriores pela conquista das terras e por moradores da periferia do município de Porto Nacional.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin