Vigorosa celebração homenageia o Presidente Gonzalo no sertão nordestino

Democratas e revolucionários fazem homenagem ao Presidente Gonzalo no sertão nordestino. Foto: Banco de Dados AND

Na tarde do dia 2 de outubro, estudantes e professores se uniram para homenagear o grande dirigente proletário, Presidente Gonzalo, assassinado pelo velho Estado peruano no dia 11 de setembro. O ato foi convocado pela Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) e o Movimento Feminino Popular (MFP).

A celebração foi iniciada com os presentes entoando de pé o hino internacional do proletariado, A Internacional, frente às imagens dos grandes chefes do proletariado internacional, Marx, Lenin e Mao, bem como do Presidente Gonzalo, estendida na sala havia uma faixa com os dizeres Honra e Glórias eternas ao Presidente Gonzalo. Em seguida, foi feita a leitura de uma breve biografia do Presidente Gonzalo, destacando sua chefatura no processo de Reconstituição do Partido Comunista do Peru (PCP), combatendo toda a sorte de revisionismo, e guiando o Partido e as massas peruanas para o mais elevado patamar da luta revolucionária, a Guerra Popular. 

Uma companheira do MFP fez uma apresentação do movimento, colocando a importância das mulheres tomarem parte na luta revolucionária, seguindo o exemplo e ensinamentos do Presidente Gonzalo. Em seguida, convocou os presentes para entoarem o hino Lutadoras da Revolução.

Um companheiro da FRDDP trouxe em sua intervenção a importância do Presidente Gonzalo como sistematizador do maoismo como terceira e superior etapa da ideologia do proletariado internacional, o marxismo-leninismo-maoismo, sob a qual tem se unificado crescentemente o Movimento Comunista Internacional. O companheiro da FRDDP destacou sobre a importância de os revolucionários em nosso país e no mundo elevarem sua compreensão sobre os aportes de validez universal do pensamento Gonzalo para melhor servir à Revolução Proletária Mundial. Trazendo aspectos da situação política internacional e nacional, mostrou que vivemos em uma nova época da história mundial, na qual diante da maior e mais profunda crise do imperialismo, se levantam processos revolucionários por todos os continentes, confirmando o predicado pelo Presidente Gonzalo de que a tendência histórica e política atuais é para a revolução, com o impulso da segunda Nova Grande Onda da Revolução Proletária Mundial. 

Em seguida, os presentes tomaram a palavra, colocando a importância e papel da juventude para a luta revolucionária em nosso país, um dos professores presentes destacou os anseios de transformação que via em seus alunos, e a importância dos professores incentivarem isso. Todos colocaram a importância do exemplo do Presidente Gonzalo, que se manteve firme em sua posição comunista até o fim de sua vida, derrotando mais uma vez toda a reação desde a mais alta luminosa trincheira de combate, a prisão de Callao onde esteve preso por 29 anos. 

Por fim, com punhos erguidos energicamente entoaram em conjunto com revolucionários em todo mundo:

O Presidente Gonzalo vive em seu todo-poderoso pensamento Gonzalo!

Honra e Glória eternas ao Presidente Gonzalo!

Viva a Guerra Popular no Peru!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin