Irlanda: Revolucionários realizam campanha de solidariedade internacional com a Liga dos Camponeses Pobres

Entre o final do ano de 2021 e início de 2022, a Ação Antiimperialista Irlanda (AAI) vem realizando uma campanha de solidariedade internacional com a Liga dos Camponeses Pobres do Brasil.

Em Waterford, os militantes ergueram faixas escritas Viva a LCP! e Conquistar a terra! Solidariedade da Irlanda! e realizaram uma pichação escrita Viva a LCP!

Foto: https://anti-imperialist-action-ireland.com/

Na capital da Irlanda, Dublin, os revolucionários realizaram uma campanha e pichações por toda a cidade. Os grafites expressavam apoio à LCP, em homenagem ao companheiro Pelé e exigindo a liberdade do preso político Luzivaldo, que corre risco de vida, pois lhe é negado atendimento médico pelo velho Estado brasileiro no cárcere.

Pichação escrita "Liberdade para Luzivaldo!". Foto: https://anti-imperialist-action-ireland.com/

No sul da cidade de Armagh e no condado de Louth, área fronteiriça da Irlanda ocupada pelos britânicos, os militantes da AAI estenderam as faixas escritas Viva a LCP! e Conquistar a terra! Solidariedade da Irlanda! no monumento dos mártires de Edentubber, em homenagem aos revolucionários irlandeses que deram suas vidas durante a campanha da fronteira contra o imperialismo britânico em 1957.

Foto: https://anti-imperialist-action-ireland.com/

A declaração dos revolucionários irlandeses

Os revolucionários da AAI deram sua declaração sobre as ações: “O espírito de resistência que continua a inspirar os Republicanos Socialistas Irlandeses Revolucionários em todas as gerações é o mesmo espírito de resistência apresentados pela LCP e pelos Camponeses Pobres no Brasil! Conquistar a terra! Tiocfaidh Ár Lá! [expressão irlandesa para ‘O nosso dia irá chegar!’]”.

Na declaração, eles também abordaram a história da LCP, afirmando que a organização nasceu da Batalha de Santa Elina, em 1995. “O massacre foi uma ação intencionalmente preparada, com planejamento militar, com o objetivo de espalhar o terror entre as famílias camponesas e, assim, paralisar as tomadas de terras dos latifúndios em Rondônia e no país. No entanto, ao contrário do que se esperava, a repressão sangrenta gerou enorme solidariedade e fez explodir o ódio das massas, provocando uma onda de novas tomadas de terras em todo o Brasil.”

Eles afirmam que, a partir desse “batismo de fogo”, a LCP cresceu e se multiplicou para ser a força motriz da Revolução Agrária e Democrática no Brasil. Hoje continua essa luta contra os latifundiários e o Estado reacionário pelo Novo Poder no Brasil.

“Ação Antiimperialista A Irlanda está com o LCP e a Revolução Agrária e continuará a construir nossa campanha de solidariedade nas próximas semanas!”

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin