Trabalhadores confiscam 25 mil quilos de carne no sul da Bahia

Trabalhador leva carne de caminhão frigorífico que tombou na Bahia. Foto: Reprodução

Trabalhadores confiscaram 25 mil quilos de carne que estavam no interior de um caminhão frigorífico que tombou na cidade de Itabuna, no sul do estado da Bahia.

O caso aconteceu em um trecho da BR-415, na tarde do dia 31 de março. Apesar do acidente, ninguém ficou ferido. Os pedaços de carnes foram levados pelos moradores da região e por motoristas que passavam pelo local.

Muitas pessoas levaram as peças sobre os próprios ombros, outras utilizaram carrinhos de mão e bicicleta. A Polícia Militar esteve no local porém não conseguiu impedir os moradores de levarem a carga. O caminhão tombado saiu de Itapetinga, no sudoeste da Bahia e tinha como destino Salvador.

Em meio a alta nos preços das proteínas, aumentaram os confiscos de alimentos. Foto: Reprodução

Alto preço da carne

A alta no preço da carne bovina está prejudicando milhares de famílias brasileiras que simplesmente não a compram mais. Os preços do frango, ovo e peixe também estão altos.

Segundo a Scot Consultoria, no dia 16 de março, 1 kg de carne bovina custava, em média, R$ 51,55 no varejo paulista. O valor é 26% mais caro do que o pico atingido em meados de março de 2021.

Essa alta, combinada à situação de inflação que já ultrapassou 10% e à alta taxa de desemprego que atinge mais de 28 milhões de pessoas, faz com que 117 milhões de pessoas vivam em situação de insegurança alimentar. Pesquisa do DataFolha realizada nos dias 22 e 23 de março constatou que um em cada quatro brasileiros (24% dos entrevistados) não teve alimentos suficientes em sua mesa no ano anterior.

Entre estes, os mais pobres (com renda familiar mensal de até dois salários mínimos) são mais afetados: 35% enfrentaram uma quantidade insuficiente de alimentos. O Nordeste é a região que mais sofre, com 32% das famílias e seguida por Sudeste, Centro-Oeste e Norte, que empatam com 23%, e pelo Sul, com 18%.

Para piorar a situação, segundo um estudo da Embrapa, em 2020, o rebanho bovino do Brasil era o maior do mundo, assim como o país foi o maior exportador de carnes do planeta, no primeiro ano da explosão da pandemia da Covid 19. Contudo, a carne bovina virou um artigo de luxo na mesa do brasileiro.

Dado a essa realidade,  tem aumentado, nos últimos anos, o número de alimentos confiscados pelo povo. Outros exemplos de casos relacionados à fome também ocorreram, como a fila por doações de ossos de boi, em Mato Grosso, e famílias procurando alimentos em caminhões de lixo no Ceará. 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin