MG: Cartazes convocam população a se organizar em defesa do transporte público

Cartazes colados em Vespasiano convocam povo a ir a luta em defesa do transporte público. Foto: Banco de Dados AND

Na primeira semana de junho, foram avistados no bairro Morro Alto, em Vespasiano, na região metropolitana de Minas Gerais, diversos cartazes conclamando as massas a se organizarem contra a máfia dos transportes que comanda as linhas do transporte público em Belo Horizonte e em toda região.

É divulgado, quase que diariamente, o descaso e humilhação enfrentados pelas massas todos os dias; os ônibus lotados, principalmente em horários de pico, veículos quebrados no meio do trajeto devido à falta de manutenção ou em chamas, como o ocorrido na Estação Oiapoque, em pleno centro da capital, no último dia 30/05, colocando em risco a vida de centenas de pessoas. A tudo isso se soma a constante ameaça de aumento no preço da passagem, que hoje é R$4,50 em Belo Horizonte, R$6,60 para as cidades de Santa Luzia e Vespasiano e quase R$9,00 em cidades como Ribeirão das Neves e Betim.

Os magnatas do setor do transporte de passageiros estão todos os dias nos telejornais reclamando de prejuízos, enquanto lucraram milhões reduzindo criminosamente o número de ônibus rodando durante a pandemia, contribuindo para contaminação e mortes de incontáveis trabalhadores, além dos vultosos recursos financeiros que recebem do Estado por meio de subsídios, particularmente agora neste período de aumento desenfreado do preço do diesel. 

Demonstrando sua revolta e crescente organização, nos últimos meses têm ocorrido protestos por toda região. Como o fechamento por horas de estações de ônibus como ocorreu em Venda Nova (BH) devido à demora e à superlotação dos ônibus, ou como no fechamento com barricadas em uma importante rodovia num entroncamento entre Ibirité e Contagem.

 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin