Maoistas defendem o Presidente Gonzalo e o pensamento gonzalo

Campanha defendendo o pensamento gonzalo repercute no mundo

Organizações e partidos comunistas maoístas emitiram comunicados em saudação ao Presidente Gonzalo e vivas ao seu todopoderoso pensamento por ocasião do 25º aniversário do “discurso da jaula”, pronunciado em setembro de 1992 quando foi capturado pela reação.

O Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha) emitiu comunicado intitulado Viva os 25 anos do discurso do Presidente Gonzalo! onde saúda a chefatura do PCP. “O discurso do Presidente Gonzalo segue repercutindo em todo o mundo e convoca os comunistas a levantar as massas oprimidas de todo o mundo em armas para combater o imperialismo e seus lacaios”, sentencia.

Os maoistas afirmam que foi a repercussão da Guerra Popular no Peru, dirigida pelo pensamento gonzalo, quem trouxe o maoísmo ao Brasil. “Assim é que os marxistas-leninistas-maoístas em nosso país empreenderam a tarefa pendente e atrasada de reconstituir o Partido Comunista do Brasil como verdadeiro partido comunista maoísta militarizado”.

O Coletivo Frente Vermelha e a Revista Posição de Classe, ambos da Alemanha, também se pronunciaram, saudando o Presidente Gonzalo, qualificando-o como “o maior marxista-leninista-maoista vivente sobre a face da Terra”.

“Hoje, vemos como através de suas contribuições e sob sua bandeira, as forças comunistas no mundo se reunificam e formam-se para cumprir seu papel. Somente o encarnar, desfraldar, defender e aplicar o marxismo-leninismo-maoismo com as contribuições do Presidente Gonzalo aqui, vamos ser parte desta força poderosa e marcharemos superando os obstáculos em nosso caminho.”, cravaram.

A Juventude Vermelha de Berlim, por ocasião do 25º aniversário do discurso, realizou ações de propaganda. Muros foram pichados com a consigna: O discurso do Presidente Gonzalo irradia vitorioso e poderoso ante o mundo como uma arma de combate!

O Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização) pronunciou-se também em defesa do Presidente Gonzalo e seu todopoderoso pensamento, reiterando que ele “encontra-se atualmente na mais alta Luminosa Trincheira de Combate da Guerra Popular”.

O MPP (CR) agradeceu às organizações e partidos maoistas, especialmente os da América Latina e Europa, pelas ações e pronunciamentos em defesa da chefatura do PCP e seu pensamento. “Expressamos a todos nosso agradecimento, em nosso nome e em nome do PCP”.

As declarações na íntegra podem ser lidas (em português) em serviraopovo.wordpress.com.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin