Índia: Exército Guerrilheiro lança ofensiva contra o velho Estado

O Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL) lançou uma ofensiva chamada “Ghamasan” a fim de confrontar as ofensivas do governo reacionário e a sua Operação “Samadhan”, que busca conter a expansão dos maoistas na região de Bengala Ocidental.

Em um documento de 11 páginas emitido em 25 de julho deste ano pelo EGPL, a operação “Ghamasam” é apresentada como uma síntese da ideia de “luta armada” com “mobilização de massa”, com o objetivo de abrir novas frentes guerrilheiras e focar na “autocorreção” dos erros. Além disso, aponta para a intensificação da luta armada de modo a aumentar o poder militar do proletariado. O EGPL convoca estudantes, intelectuais, ativistas culturais, trabalhadores e os camponeses a se concentrarem na construção de uma “frente antifascista” contra o governo genocida de Narendra Modi.

Na íntegra, o documento ressalta a necessidade de unir uma frente única para barrar o fascismo.

“O nosso chamado é aos membros de todos os níveis de comitês do partido, ao Exército Guerrilheiro Popular de Libertação e aos Comitês Populares Revolucionários. Nossa luta é sob a base da luta de classes e o direito à livre manifestação do povo. Convocamos as grandes massas, incluindo os trabalhadores, camponeses, estudantes, jovens, intelectuais, jornalistas, ativistas culturais e mulheres a unir forças contra o fascismo.”, declaram os maoistas em publicação que vem circulando pelas regiões de Jharkhand, Bihar e Bengala Occidental desde agosto deste ano.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin